TECNOx 3.0: Tecnologias livres para a América Latina (16 a 21 de Abril de 2018, Valparaíso, Chile)

 TECNOx é uma comunidade que promove o uso de tecnologias abertas com uma abordagem baseada nas necessidades locais, a fim de desenvolver soluções práticas para problemas de relevância social na América Latina.
Esta comunidade aberta e sem fins lucrativos possui representantes da academia, laboratórios comunitários, FabLabs, escolas, hack-labs, labs de DIY-bio e ONGs, que trabalham de maneira distribuída por todo o continente para organizar eventos e dar forma ao movimento.

Painel de Segunda-feira “Equidad de género y tecnología”:
Constanza Figueroa (derechos digitales), Constanza Diaz (Technovation Challenge) y más panelistas por confirmar…

Panel de Terça-feira “Tecnologías digitales y desarrollo social”:
Pedro Almagro (UCE, Ecuador),  Dennis Tobar (Wikimedia Chile) y más panelistas por confirmar…

Painel de Quarta-feira “Tecnologías abiertas y la industria”:
Ariel Lutenberg (Computadora Industrial Abierta Argentina), Rafael Pezzi (Centro de Tecnologia Acadêmica; Instrumentos livres e abertos), Tim Marzullo (Backyard Brains) y más panelistas por confirmar…

Painel de Quinta-feira “Ciencia Abierta dentro y fuera de la Academia”
Erin McKiernan (Open Scholarship, UNAM), Julieta Arancio (Steps Centre), Macarena Torres (Planificable), María José Gallardo (Más ciencia para Chile) y más panelistas por confirmar…

Painel de Sexta-feira “Licencias abiertas y propiedad intelectual”
Sulan Wong (UFRO), Carolina Sepulveda (CORFO), Linda Kahl (BioBricks Foundation, OpenMTA y Public Domain Chronicle) y Vladimir Garay (Derechos Digitales)

1- Encontros (“desconferências”) (16 y 17 de Abril de 2018)

TECNOx3.0 contará com um encontro de dois dias nos quais os assuntos de interesse para o desenvolvimento da comunidade TECNOx serão abordados, tais como: modelos não acadêmicos para iniciativas de código aberto, novas estruturas colaborativas, instrumentação científica de baixo custo, o movimento Biohacking, políticas públicas a respeito de código aberto em diferentes países da América Latina, participação cidadã, catalogação de problemas locais e finalmente (mas não menos importante), temas propostos pelos participantes.

– modelos não acadêmicos para iniciativas de código aberto
– novas estruturas colaborativas
– instrumentação científica de baixo custo
– movimento bio-hacking
– políticas públicas a respeito de código aberto em diferentes países da América Latina
– participação cidadã
– catálogo de problemas locais
– temas propostos pelos participantes

Também contará com atividades de elaboração e documentação de um manifesto, de um roteiro para o movimento e de um relatório. O objetivo deste evento é ter um espaço de convivência que favoreça a execução dos objetivos do movimento e traga benefícios para mais pessoas da América Latina.

2- Competição TECNOx3.0 (18, 19 y 20 de Abril 2018)

TECNOx organiza uma competição anual em que equipes multidisciplinares de todo o continente desenvolvem projetos tecnológicos. Esta competição busca gerar capital humano, empoderar a sociedade e promover o uso adequado das tecnologias.

A competição TECNOx3.0 durará três dias e combinará apresentações de equipes com paineis de discussão com a participação de especialistas na área. Além disso, contará com espaços de debate que favoreçam a interação entre os participantes, além de oficinas de ferramentas sobre como disponibilizar acesso a recursos e desenvolver comunidades focadas no desenvolvimento de tecnologias livres e disruptivas.

3- Cultura e comunidade local : Valparaíso (21 Abril)

No sábado, serão organizadas atividades de interesse cultural, incluindo uma visita ao Museu da Casa Neruda, visitas a locais históricos de Valparaíso, galerias de arte e atividades gastronômicas. Este dia será finalizado com uma festa tecnológica.

4-Anterior ao evento

A fim de promover a reunião de 2018 e as tecnologias abertas, serão continuadas uma série de atividades que começaram em julho de 2017. Essas atividades se concentram em vincular a sociedade chilena com as tecnologias e promover seu interesse nelas.

Serão criados espaços de reflexão e discussão que permitam vincular a sociedade com o desenvolvimento científico e tecnológico, além de assembleias de cidadãos em diferentes regiões, gerando uma síntese dos temas de discussão que servirão de insumo para o encontro de 2018.

Durante o encontro, serão apresentados e integrados os resumos das diferentes assembleias ao roteiro da Comunidade TECNOx, a fim de afirmar seu compromisso com a sociedade.

Próximos workshops:

Fecha Lugar
09 de Julio del 2017 Taller Santiago – Barrio Yungay     fotos  
12 de Agosto del 2017 Taller Valparaíso   
04 de Octubre del 2017 Taller Concepción
07 y 08 de Octubre del 2017 Taller Santiago (Fiesta de la Ciencia – Explora)
04 de Noviembre del 2017 Taller Talca
18 de Noviembre del 2017 Taller Melipilla
02 y 03 de Diciembre del 2017 Taller Santiago (Primavera Hacker)
15 y 16 Diciembre del 2017 Taller Copiapó
08 a 13 de Enero del 2018 Taller Valdivia
11-13 de Abril del 2018 Taller Santiago sobre microscopia com hardware aberto e software open source, feita pelos instrutores TReND in Africa e Open Labware.
16-21 de Abril del 2018 TECNOx 3.0!!!


Se você tem interesse em participar de qualquer uma das atividades agendadas, seja como visitante ou com um workshop, convidamos você a preencher o formulário de contato associado a cada atividade. Se sua cidade não estiver na lista e deseja criar uma atividade lá, entre em contato conosco no nosso e-mail e veremos como apoiá-lo!

 

Organizadores TECNOx3.0

Comité Local

Tamara Matute (PUC, Chile)
Isaac Núñez (PUC, Chile)
Séverine Cazaux (OpenBio Uchile, UCHILE, Chile)
Javiera Gómez (OpenBio Uchile, UCHILE, Chile)
Benjamín Zamora (Vilú Biohacking, UCHILE, Chile)
Nicolás Nárvaez (Vilú Biohacking, Chile)
Antoni Pérez (Vilú Biohacking, Chile)
Nelson Higuera (Vilú Biohacking, UCHILE, Chile)
Mitchel Jiménez (Vilú Biohacking, UCHILE, Chile)
Ignacio Díaz (Vilú Biohacking, UBIOBIO, Chile)
Juan Keymer (PUC, Chile)
Janneke Noorlag (PUC, Chile)
Alfredo L’Homme (PUC, Chile)
Fernán Federici (PUC, Chile)

Comité Continental

Pierre Padilla (Biomakerslab, Perú)
Byron Tarabata (Ecuador)
Luigi Gerardi (Venezuela)
Dr. Ignacio Sánchez (CONICET, UBA-UADE, Argentina)
Ernesto Ladrón-de-Guevara (Biohackademy, México)
Dr. Alejandro Nadra (CONICET, UBA, Argentina)